fbpx

Converse com nossos experts

Interesse Veus Quick

COVID-19 Ag

Detecção qualitativa do antígeno do novo Coronavírus (COVID-19)

Conheça o exame laboratorial rápido que é ideal para detecção qualitativa do
antígeno do novo Coronavírus (COVID-19). Laudo assinado em 20 minutos.

Qual o impacto na saúde

O coronavírus (COVID-19) é uma doença infecciosa causada pelo vírus SARS-CoV-2.

A maioria das pessoas que adoece em decorrência da COVID-19 apresenta sintomas leves a moderados e se recupera sem tratamento especial.

No entanto, algumas desenvolvem um quadro grave e precisam de atendimento médico.

Como funciona esse exame na Veus Quick

O Teste laboratorial veus quick de Covid-19 Ag é um ensaio imunocromatográfico para determinação quantitativa do antígeno do novo coronavírus (Covid-19) em amostras de swab nasofaringe.

A identificação é baseada em anticorpos monoclonais específicos para a proteína do Nucleocapsídeo (N) do novo Coronavírus (SARS-CoV-2), como auxílio no diagnóstico rápido diferencial de infecções por COVID-19.

A reação é digitalizada e enviada para o laboratório de análises clínicas VEUS QUICK, onde um especialista e nossa inteligência artificial verificam o resultado e enviam o laudo assinado via e-mail e SMS.

Quem deve realizar o exame

É indicado para pessoas assintomáticas ou que apresentem sintomas leves, moderados e graves nas primeiras 24 horas ou que tenham tido contato com alguém infectado ou sintomático ou solicitação para viagem quando necessário.

Quem não deve realizar esse exame

Sem restrições.

Informações Técnicas

Analito detectado: Antígeno do novo Coronavírus (COVID-19)
Método: Imunocromatografia.
Tipo de Amostra: Swab Nasofaringe.
Tempo total até a liberação do laudo: 20 minutos
Faixa de detecção: N/A
Especificidade: 99,2%
Sensibilidade: 95,0%
Reg. Anvisa: 80560310066

Orientações para antes de fazer o exame:

Para realizar o exame é necessário levar um documento oficial com foto. Não é necessário jejum

Sem Título-3

Como interpretar o resultado do exame:

POSITIVO: *Duas linhas coloridas aparecem. Uma linha colorida deve aparecer na região da linha de controle (C) e outra linha colorida deve aparecer na região da linha de teste (T).

Um resultado positivo indica que o antígeno de COVID-19 foi detectado na amostra. *NOTA: A intensidade da cor na região da linha de teste (T) pode variar dependendo da concentração do antígeno de COVID-19 presente na amostra. Portanto, qualquer tom de cor na região da linha de teste deve ser considerado como um resultado positivo.

NEGATIVO: Uma linha colorida aparece na região da linha de controle (C). Nenhuma linha colorida aparece na linha de teste (T). Um resultado negativo indica que o antígeno de COVID-19 não está presente na amostra ou está presente em nível abaixo do detectado pelo teste.

INVÁLIDO: A linha de controle não aparece. Este resultado significa falha durante o procedimento do teste ou absorção inadequada da membrana de teste. Revise o procedimento e repita o teste com um novo dispositivo

Perguntas frequentes sobre COVID-19

A Covid-19 é uma doença respiratória nova, provocada por um tipo de coronavírus que ainda não havia sido identificado em seres humanos.

O vírus pode se propagar de pessoa para pessoa por meio de gotículas do nariz ou da boca que se espalham quando alguém doente tosse ou espirra. A maioria dessas gotículas cai em superfícies e objetos próximos, como mesas ou telefones. As pessoas também podem se contaminar ao respirarem gotículas provenientes da tosse ou espirro de uma pessoa doente.


A transmissão ocorre, principalmente, de pessoa para pessoa e seu período de incubação, que é o tempo para que os primeiros sintomas apareçam, pode ser de 2 a 14 dias.

– gotículas de saliva;
– espirro;
– tosse;
– catarro;
– contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
– contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz
ou olhos.

– coriza;
– tosse;
– dor de garganta;
– dificuldade para respirar

Fontes:

1. Weiss SR, Leibowitz JL. Coronavirus pathogenesis. Adv Virus Res 2011;81:85-164.
 
2. Cui J, Li F, Shi ZL. Origin and evolution of pathogenic coronaviruses. Nat Rev Microbiol
2019; 17:181-192.
 
3. Su S, Wong G, Shi W, et al. Epidemiology, genetic recombination, and pathogenesis of coronaviruses. TrendsMicrobiol 2016;24:490-502.
 
Agência Nacional de Vigilância Sanitária Ministério da Saúde Organização Pan-Americana da Saúde
 
Dúvidas? Entre em contato!